sexta-feira, 25 de maio de 2012

Consepe apoia greve de professores da UFPA

O Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe) da Universidade Federal do Pará (UFPA) aprovou na manhã do dia 24, por unanimidade, uma moção de apoio à greve dos docentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Ifes). A decisão fortalece a paralisação dos professores e reconhece a legitimidade do movimento grevista e das reivindicações apresentadas pela categoria.
Na nota, os conselheiros do Consepe citam a indignação dos professores diante das inúmeras tentativas de negociação com o governo federal sem resultados efetivos. “Esperamos que a negociação se efetive o mais breve possível, com o atendimento das reivindicações dos docentes, para que possam retornar ao trabalho, com a sua dignidade profissional resgatada”, afirma a nota do Consepe.
Confira, abaixo, a íntegra da Moção de Apoio à greve aprovada pelo Consepe. 

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ
CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO 

MOÇÃO DE APOIO À GREVE DOS DOCENTES DA UFPA
Os conselheiros do Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão da UFPA – CONSEPE, em reunião realizada no dia 24 de maio de 2012, manifestam seu apoio à greve dos docentes da UFPA, iniciada no dia 17 de maio de 2012, por reconhecerem a legitimidade do movimento nacional de greve, que reivindica:
1. A necessidade de uma carreira única dos docentes das IFE que incorpore as gratificações e percentuais de acréscimo nos salários relativos à titulação e ao regime de trabalho;
2.  A valorização e melhoria das condições de trabalho dos docentes nas Universidades e Institutos Federais;
Esta greve nacional demonstra a indignação que tomou conta da categoria depois de tantas tentativas de negociação com o governo sem resultados satisfatórios.
Esperamos que a negociação se efetive o mais breve possível, com o atendimento das reivindicações dos docentes, para que possam retornar ao trabalho, com a sua dignidade profissional resgatada.
Belém, 24 de maio de 2012.

Fonte: ADUFPA

Nenhum comentário: