quinta-feira, 19 de maio de 2011

TRT/MT autoriza trabalho remoto por período experimental

Foi autorizado e regulamentado o trabalho remoto a ser realizado por servidores do Tribunal Regional do Trabalho de Mato Grosso, para um período experimental de seis meses. 
O trabalho remoto é aquele em que o servidor pode realizar suas tarefas diretamente de sua casa ou de outro local fora do ambiente de trabalho do Tribunal e tem com base nas normas internas do TCU. 
A regulamentação foi feita por uma Comissão de Estudos, instituída pela Portaria da Presidencia nº 62/2011, composta por magistrados, servidores, representantes da Amatra e do Sindijufe, sendo que a entidade sindical não enviou representante. 
Após os estudos da Comissão foram estabelecidas as regras que constam da Portaria nº 308/2011, da presidência do Tribunal, levando em consideração a qualidade de vida dos servidores e a responsabilidade sócio ambiental do TRT, com menos veículos circulando na cidade e menos liberação de monóxido de carbono, sendo que as principais são as seguintes: 

- Neste período de experiência, os gabinetes do desembargadores não participarão do novo sistema; 
- Para adotar o novo método de trabalho servidor deverá requerer ao diretor de sua unidade permissão para participar e declarar que possui ambiente virtual ergonômico e seguro para realizar as tarefas e que dispõe de sistema operacional compatível; 
- O diretor tem autonomia para aceitar ou não o pedido, considerando o interesse local; 
- Caberá ao diretor da unidade gerenciar as rotinas, a freqüência, a jornada e o tempo de trabalhos dos servidores autorizados. 
- Deverá ser criado um controle interno com anotações da carga de documentos oficias que o servidor estará autorizado a levar consigo para desenvolver o trabalho. 

Passado o prazo de experiência, o sistema será reavaliado para ser regulamentado e implantado definitivamente ou, se for o caso, extinto.

VEJA AQUI A PORTARIA 308/2011

Nenhum comentário: