terça-feira, 13 de abril de 2010

FOI SOLTO

Por oito votos a cinco, o STJ mandou para casa o ex-governador José Roberto Arruda.



Um comentário:

zahlouth disse...

Foi o que acabou de decidir a Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça.

O placar final foi de 8 x 5.

O presidente da Corte Especial só vota em caso de empate. A ministra Eliane Calmon faltou à sessão.

Do site do STJ:

Por 8 votos a 5, a Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu revogar a prisão do ex-governador do Distrito Federal José Roberto Arruda. Os ministros entenderam que não há mais necessidade da prisão, porque não haveria mais como Arruda influir nas investigações.

Arruda e os outros quatro denunciados estavam presos desde o dia 11 de fevereiro por tentar corromper uma testemunha da investigação da Operação Caixa de Pandora, da Polícia Federal. Além de Arruda, serão soltos Geraldo Naves, Wellington Luiz Moraes, Antônio Bento da Silva, Rodrigo Diniz Arantes e Haroldo Brasil de Cavalho.

“Não mais subsiste a necessidade de prisão. Não há mais como o preso influir na instrução criminal, mesmo porque ele não sustenta mais a condição de governador de Estado. Neste sentido, entendo que a prisão preventiva deve ser revogada”, afirmou o presidente do Inquérito 650, ministro Fernando Gonçalves.