sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

TRT8 cumpre Meta 8 do CNJ, faltam apenas 2


O TRT da 8ª Região, com jurisdição nos estados do Pará e Amapá, cumpre mais uma meta do Planejamento Estratégico do Poder Judiciário Nacional, após a conclusão do cadastramento de seus 108 magistrados nos Sistemas INFOJUD, RENAJUD e BACENJUD. Assim, o TRT8 atende a Meta 8 determinada pelo CNJ.

A Meta 8 propõe cadastrar “todos os magistrados como usuários dos sistemas de acesso a informação sobre pessoas, bens e comunicação de ordens judiciais”.

Atualmente, dentre as metas nacionais, apenas duas não foram cumpridas pelo Regional, as de número 6 e 10, considerando que a Meta 5 não está ligada à Justiça do Trabalho.

É importante destacar que o TRT8 também foi o primeiro no país a cumprir a Meta 1, que trata de seu alinhamento ao Planejamento Estratégico ao Nacional.

Um dos fatores que contribui para a celeridade no cumprimento das Metas Nacionais por parte do TRT8 se deve ao fato de que o Regional trabalha seu Planejamento Estratégico Institucional desde 2007, quando as metas locais fora definidas em um amplo processo que envolveu magistrados, servidores, sindicatos e associações de classe ligadas ao Judiciário Trabalhista nos estados do Pará e Amapá, e gerou um maior comprometimento de todas as categorias que compõem a Justiça do Trabalho na 8ª Região.

Um exemplo disso pode ser observado na visão de futuro para o TRT8 definia pelo grupo: “Ser reconhecido como um dos melhores Tribunais para se trabalhar e de melhores resultados”.

Situação das metas nacionais no TRT da 8ª Região.

1. Desenvolver e/ou alinhar planejamento estratégico plurianual (mínimo de 05 anos) aos objetivos estratégicos do Poder Judiciário, com aprovação no Tribunal Pleno ou Órgão Especial - META CUMPRIDA - o TRT8 foi o primeiro tribunal do país a cumpri-la.

2. Identificar os processos judiciais mais antigos e adotar medidas concretas para o julgamento de todos os distribuídos até 31/12/2005 (em 1º, 2º grau ou tribunais superiores) - META CUMPRIDA.

3. Informatizar todas as unidades judiciárias e interligá-las ao respectivo tribunal e à rede mundial de computadores (internet) - META CUMPRIDA.

4. Informatizar e automatizar a distribuição de todos os processos e recursos - META CUMPRIDA.

5. Implantar sistema de gestão eletrônica da execução penal e mecanismo de acompanhamento eletrônico das prisões provisórias - NÃO RELACIONADA À JT.

6. Capacitar o administrador de cada unidade judiciária em gestão de pessoas e de processos de trabalho, para imediata implantação de métodos de gerenciamento de rotinas - META NÃO CUMPRIDA.

7. Tornar acessíveis as informações processuais nos portais da rede mundial de computadores (internet), com andamento atualizado e conteúdo das decisões de todos os processos, respeitado o segredo de justiça - META CUMPRIDA.

8. Cadastrar todos os magistrados como usuários dos sistemas eletrônicos de acesso a informações sobre pessoas e bens e de comunicação de ordens judiciais (Bacenjud, Infojud, Renajud) - META CUMPRIDA.

9. Implantar núcleo de controle interno - META CUMPRIDA.

10. Implantar o processo eletrônico em parcela de suas unidades judiciárias - META NÃO CUMPRIDA.

Nenhum comentário: