quarta-feira, 28 de maio de 2008

Libertados 38 em ação contra trabalho escravo no PA

Portal Amazônia
BELÉM - Segundo informações da Agência Estado, publicadas no portal G1, o Grupo Especial de Fiscalização Móvel do Ministério do Trabalho resgatou 38 trabalhadores de condição semelhante à escravidão em São Félix do Xingu, no Pará.Eles começaram a receber nesta segunda-feira (26) seus pagamentos. No total, o fazendeiro Ernoel Rodrigues Junior deve pagar ao grupo R$ 75 mil. Há dois meses os trabalhadores viviam isolados, em condições insalubres, não recebiam salários e se endividavam para comprar alimentação.- Além disso, eles trabalhavam na preparação para desmatamento de uma área de reserva pública, o que é mais um agravante para o crime - disse o coordenador dos fiscais, Benedito de Lima e Silva Filho.No acampamento, os trabalhadores não tinham instalações sanitárias, água potável, nem podiam deixar o local, situação que caracteriza trabalho escravo. Eles só foram libertados porque um dos trabalhadores fugiu a pé e procurou a Comissão Pastoral da Terra para fazer uma denúncia, de acordo com a Agência Estado.

Nenhum comentário: