domingo, 27 de abril de 2008

Arrecadação do FGTS cresce 33% no 1º trimestre

Expansão do trabalho formal eleva recolhimento; por outro lado, saques também crescem com a alta rotatividade e o boom imobiliário

Trabalhadores recorrem mais ao fundo para a compra da casa própria; FGTS responde por metade dos recursos disponíveis para a habitação De Julianna Sofia:
A expansão recorde do mercado de trabalho formal vitaminou as contas do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) no primeiro trimestre do ano. De janeiro a março, a arrecadação líquida do fundo atingiu R$ 2,553 bilhões, o que representa um aumento de 33,6% em relação ao mesmo período do ano passado.
Nos três primeiros meses do ano, as empresas recolheram ao FGTS a quantia de R$ 11,941 bilhões, enquanto os saques aos recursos ficaram em R$ 9,388 bilhões. Os valores são superiores aos de 2007, ano em que depósitos e saques ao fundo registraram recorde. Isso, no entanto, não impediu que o FGTS registrasse queda em sua arrecadação líquida em 2007 na comparação com anos anteriores.

Nenhum comentário: